Introdução: A pandemia da COVID-19 tem levantado discussões acerca dos benefícios da vitamina D na prevenção e no tratamento da doença. Esta vitamina desempenha um papel eficaz no sistema imunológico, podendo contribuir para uma resposta adequada à infeção por SARS-CoV-2.

Objetivos: Rever a evidência científica sobre o efeito da suplementação da vitamina D nos doentes com COVID-19.

Metodologia: A pesquisa foi realizada em bases de dados eletrónicas, nomeadamente Pubmed e Web of Science, com publicações no último ano, utilizando as palavras-chave: “COVID-19” or “SARS-CoV-2” or “coronavirus”, vitamin D” and “dietary supplements”. Após aplicar os critérios de inclusão e exclusão, obtiveram-se 9 artigos.

Resultados: A suplementação da vitamina D nos doentes com COVID-19 reduziu o tempo de internamento hospitalar, a necessidade de admissão nos cuidados intensivos e de ventilação mecânica invasiva, acelerando o processo de recuperação. Estudos relatam os possíveis benefícios da suplementação como medida profilática de forma a proteger contra futuras infeções víricas.

Conclusões: A evidência científica existente demonstra resultados promissores do papel da vitamina D nos doentes com COVID-19 na redução da gravidade da doença e na melhoria do prognóstico. São necessários mais estudos na população humana para suportar esta hipótese e comprovar a eficácia.