Qualidade de vida em doentes com excesso ponderal

Ana Sofia Esteves e Ana Catarina Moreira

Acta Portuguesa de Nutrição 2019, 18, 26-30 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2019.1805

Visualizações: 10 | Downloads PDF: 0


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

Introdução: A obesidade está fortemente associada à morbidade e mortalidade, no entanto é menos claro o seu impacto na qualidade de vida relacionada com a saúde. Devido ao aumento da prevalência de excesso ponderal e suas consequências na saúde e qualidade de vida relacionada com a saúde torna-se importante proceder à sua avaliação.

Objetivos: Avaliar a qualidade de vida relacionada com a saúde antes e após intervenção nutricional para redução ponderal.

Metodologia Estudo analítico longitudinal com intervenção nutricional para perda de excesso ponderal/adiposidade, numa amostra de 39 utentes. A qualidade de vida relacionada com a saúde foi avaliada pela aplicação dos questionários SF-36v2 e EQ-5D-3L.

Resultados: O peso, a massa gorda e o índice de massa corporal iniciais encontraram-se negativamente associadas a pelo menos uma das dimensões avaliadas. No final da intervenção observou-se uma diminuição de medidas antropométricas e um aumento significativo na qualidade de vida relacionada com a saúde. Verificou-se um aumento do índice EQ-5D-3L com a redução do peso, de índice de massa corporal e de massa gorda.

Conclusões: A redução ponderal de apenas 4,3% numa amostra de indivíduos com índice de massa corporal médio classificado em obesidade, embora borderline (30,6 Kg/m2), foi suficiente para se observarem alterações positivas na qualidade de vida relacionada com a saúde.



Palavras-chave: EQ-5D-3L e SF-36, Excesso de peso, Qualidade de vida relacionada com a saúde