Os hábitos alimentares durante o primeiro confinamento derivado da pandemia provocada pela COVID-19 – revisão da literatura

Eating habits during the first confinement caused by the COVID-19 pandemic - literature review

Inês Alexandra Figueiredo de Almeida, Miguel José Correia Fialho, Maria João Campos e Angelina Pena

Acta Portuguesa de Nutrição 2021, 26, 86-89 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2021.2613

Visualizações: 74 | Downloads PDF: 28


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

A infeção pelo vírus SARS-CoV-2, identificada pela primeira vez na China, rapidamente se difundiu a nível mundial. A fim de diminuir a propagação desta doença infeciosa, declarada como uma pandemia, foram decretados confinamentos domiciliários um pouco por todo o mundo. Estes confinamentos alteraram os hábitos alimentares da população, na maioria dos casos para pior, verificando-se um aumento no consumo de alimentos menos saudáveis. Este fator e a diminuição da atividade física verificada, podem culminar no desenvolvimento de patologias metabólicas, cardiovasculares e outras. Assim, é essencial alertar as populações neste sentido e educá-las para melhores escolhas alimentares.


Abstract


The COVID-19 disease, first identified in China, quickly spread worldwide. In order to reduce the spread of this contagious disease, declared as a world pandemic, some governments decreed home confinement. These confinements changed the eating habits of the population, in their majority for worse, with an increase in the consumption of unhealthy foods. This factor and the decrease of physical activity can conduce to the development of metabolic, cardiovascular and other pathologies. Therefore, it is essential to alert populations in this regard and educate them for better food choices.





Palavras-chave: Alimentação, Confinamento, Covid-19, Pandemia, SARS-CoV-2