Microbiota Intestinal e Espondiloartrites: o papel da dieta na terapêutica

Inês Barreiros Mota, Ana Faria, Fernando M Pimentel-Santos e Conceição Calhau

Acta Portuguesa de Nutrição 2018, 14, 24-28 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2018.1405

Visualizações: 33 | Downloads PDF: 2


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

A microbiota intestinal constitui a maior comunidade de bactérias no corpo humano e a sua alteração está associada a diversas patologias. Diversos estudos referem que a microbiota intestinal pode ter um papel preponderante na espondiloartrite. Os mecanismos sugeridos, que poderão estar implícitos nesta relação, incluem a permeabilidade intestinal, a estimulação do sistema imunitário, o mimetismo molecular, entre outros. O papel da alimentação na modulação da microbiota enquanto medida preventiva ou terapêutica na espondiloartrite, parece ser algo promissor e suficientemente relevante para motivar mais investigação futura, principalmente de translação.



Palavras-chave: Dieta vegetariana, Nutrição da criança, Nutrição do lactente