Marcos da história da Dieta Mediterrânica, desde Ancel Keys

Helena Real, Pedro Graça

Acta Portuguesa de Nutrição 2019, 17, 06-14 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2019.1702

Visualizações: 329 | Downloads PDF: 18


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

Ancel Keys deu nome à Dieta Mediterrânica e, desde esse marco, muitos foram os estudos científicos efetuados, os acontecimentos marcantes e os avanços neste modelo cultural. Conhecer estes marcos significa perceber um pouco melhor o contexto em que a definição da Dieta Mediterrânica se desenvolveu ao longo dos anos, sendo um dos acontecimentos mais marcantes a distinção como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization.

Este artigo percorre a história da Dieta Mediterrânica desde a génese da sua designação, revelando que a distinção atribuída veio criar a oportunidade para a população reencontrar a Dieta Mediterrânica e promover a aproximação de povos e regiões, preservar culturas e reforçar a sustentabilidade no setor agroalimentar.

O maior desafio passará pela capacidade de conciliação das diversas dimensões da Dieta Mediterrânica de forma harmoniosa, verificando-se, em simultâneo, uma preservação do Património Cultural inerente à Dieta Mediterrânica, acompanhada da sua promoção para as novas gerações, para que o conceito não se deteriore e perca.



Palavras-chave: Ancel Keys, Dieta Mediterrânica, História, UNESCO