Análise da Rotulagem de Suplementos Alimentares à Base de Plantas Utilizados no Sistema Nervoso Central

Acta Portuguesa de Nutrição 2021, 24, 12-16 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2021.2403

Visualizações: 268 | Downloads PDF: 36


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

Introdução: Os suplementos alimentares têm diversos benefícios demonstrados. No entanto, a crença errónea por parte dos consumidores de que estes são isentos de risco e as obrigações legais requeridas para a sua entrada no mercado têm servido de alerta para a necessidade de mais investigação.

Objetivos: Analisar, do ponto de vista legal e científico, a informação disponibilizada na rotulagem de suplementos alimentares à base de plantas utilizados para problemas associados ao Sistema Nervoso, comercializados em Portugal.

Metodologia: Estudo descritivo, observacional, transversal com a recolha de 44 rótulos de suplementos comercializados em Farmácias Comunitárias e em Ervanárias/Lojas Dietéticas da cidade de Vila Nova de Famalicão, entre julho e agosto de 2019, em formulário próprio.

Resultados: Do ponto de vista legal, a maioria dos SA analisados cumpriu as menções obrigatórias na rotulagem. Do ponto de vista científico, o nome científico das plantas foi a informação que mais frequentemente está presente na rotulagem, com 97,7%. A padronização dos extratos (29,5%), as interações (11,4%) e as reações adversas (11,4%) foram as informações menos mencionadas.

Conclusões: Os resultados obtidos realçam a necessidade de uma maior atenção quanto às informações existentes na rotulagem dos suplementos, no sentido de permitir aos consumidores um uso informado e seguro dos produtos.



Palavras-chave: Plantas medicinais, Rotulagem, Sistema Nervoso Central, Suplementos alimentares