Effect of pasture versus conventional feeding systems on the composition of milk produced in Portugal

Bruna I Basto e José A Teixeira

Acta Portuguesa de Nutrição 2021, 23, 36-39 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2020.2307

Visualizações: 7 | Downloads PDF: 0


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

Introdução: O leite de vaca é amplamente consumido e considerado essencial para a dieta de milhares de milhões de pessoas em todo o mundo. A concentração de ácido linoléico conjugado e o rácio ómega-6/ómega-3 (ω6/ω3) têm sido associados à melhoria da saúde humana. Os fatores alimentares das vacas estão altamente relacionados com a composição lipídica do leite.

Objetivos: Comparar o efeito dos dois diferentes sistemas de alimentação (pastagem e convencional) na concentração de ácido linoléico conjugado e no rácio ω6/ω3 em leites produzidos em Portugal.

Metodologia: O estudo inclui a análise dos dados dos relatórios fornecidos, contendo os resultados das 12 amostras recolhidas (2018-2020) de 3 marcas diferentes (Portugal), e sua comparação gráfica.

Resultados: A concentração de ácido linoléico conjugado é sempre superior (em torno de 10 mg/100g de ácido linoléico conjugado) no leite A (leite de pastagem) e apresenta um perfil mais constante ao longo do período de amostragem. Além disso, o rácio ω6/ω3 do leite de pastagem apresenta um perfil mais constante e valores da razão mais próximos aos recomendados.

Conclusões: O sistema de alimentação de pastagem produz leite mais enriquecido nutricionalmente, com uma composição mais constante nas diferentes estações do ano, e garante o bem-estar das vacas. O leite produzido por estes sistemas parece apresentar uma melhoria no perfil de ácidos gordos.



Palavras-chave: Ácido linoléico conjugado, Leite de pastagem, Rácio ómega-6/ómega-3, Sistema de alimentação de pastagem