Análise da presença no refeitório escolar da dieta vegetariana

Isa Brandão e Helena Ávila

Acta Portuguesa de Nutrição 2020, 20, 26-31 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2020.2005

Visualizações: 21 | Downloads PDF: 0


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

A alimentação é um pilar fundamental na saúde das populações, em especial na população em idade pediátrica. Este período da vida é caracterizado por um rápido crescimento e desenvolvimento físico e intelectual sendo particularmente vulnerável a desequilíbrios nutricionais que poderão ter consequências irreversíveis no crescimento e na saúde. A dieta vegetariana tem vindo a ganhar relevo na sociedade, e por isso, torna-se relevante refletir sobre o impacto desta dieta na saúde e educação das crianças e adolescentes em idade escolar. Em Portugal, a par da refeição enquadrada nos princípios da Dieta Mediterrânica, passou a ser obrigatório uma opção vegana nos refeitórios escolares. Neste sentido, parece ser importante refletir sobre os possíveis efeitos a médio e a longo prazo desta medida, designadamente o seu pretenso nivelamento com a Dieta Mediterrânica em contexto de alimentação em meio escolar.



Palavras-chave: Crianças, Dieta vegetariana, Nutrição Pediátrica, Refeitório escolar, Veganismo, Vegetarianismo