Nutracêuticos com ação adjuvante na intervenção a nível das doenças gastrointestinais

Adjuvant nutraceuticals in the management of gastrointestinal diseases

Beatriz Gandra Balio, Rita Giro e Maria Roriz

Acta Portuguesa de Nutrição 2023, 32, 60-65 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2023.3210

Visualizações: 777 | Downloads PDF: 120


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

A prevalência de doenças do trato gastrointestinal tem aumentado substancialmente nos últimos anos, com consequências tanto sobre a qualidade de vida, como o bem-estar emocional/psicológico dos pacientes. Dados preliminares de estudos experimentais recentes sugerem que a utilização de nutracêuticos como tratamento adjuvante na melhoria da sintomatologia gastrointestinal parece ser uma estratégia pertinente e inovadora, uma vez que os tratamentos farmacológicos de primeira linha poderão despoletar efeitos adversos severos, resistência à medicação e reduzida adesão do paciente ao tratamento. Esta revisão narrativa teve como objetivo explorar os potenciais efeitos de quatro compostos bioativos na melhoria da sintomatologia e gestão das doenças gastrointestinais. Adicionalmente, os mecanismos de ação e dosagens subjacentes aos efeitos positivos destas substâncias na melhoria da qualidade de vida dos doentes e risco de recidiva das doenças também são explorados.

De acordo com a evidência encontrada, o óleo de hortelã pimenta e os probióticos parecem melhorar a sintomatologia de pacientes com a síndrome do intestino irritável, enquanto os polifenóis, como a curcumina, sugerem um efeito complementar na indução e manutenção da remissão clínica em pacientes com colite ulcerosa. Falta evidência que corrobore o efeito do gengibre na sintomatologia gastrointestinal, e a que existe tem pouca ou nenhuma expressão em doenças como a síndrome do intestino irritável e a dispepsia funcional.

Em suma, o consumo de óleo hortelã pimenta, polifenóis e probióticos poderá ser um adjuvante viável na gestão de doenças gastrointestinais, sintomatologia associada e qualidade de vida dos doentes. Contudo, mais ensaios clínicos randomizados são necessários para esclarecer a dosagem ideal, segurança e eficácia a longo prazo da suplementação com estes compostos e, particularmente, a potencial relevância da suplementação com gengibre.


Abstract

The prevalence of gastrointestinal diseases has increased substantially in the last few years, bringing consequences not only to quality of life, but also to patients’ emotional/psychological wellbeing. Preliminary data from experimental studies suggest that using nutraceuticals as an adjuvant therapy to improve gastrointestinal symptomology may be a relevant and innovative strategy, since first line pharmacological treatments may pose severe adverse effects, drug resistance and lack of patient compliance. This narrative review aimed to explore the potential of four bioactive compounds at improving gastrointestinal symptomatology and disease management. Additionally, the mechanisms of action and dosages underlying the positive effects of these substances in improving quality of life and risk of disease relapse are also explored.


According to the evidence found, peppermint oil and probiotics appear to ameliorate irritable bowel syndrome symptomatology, whereas polyphenols such as curcumin suggest a complementary effect in inducing and maintaining clinical remission among ulcerative colitis patients. Evidence regarding ginger’s effect on gastrointestinal symptoms is lacking and demonstrates little to no expression in irritable bowel syndrome nor functional dyspepsia.In conclusion, the consumption of peppermint oil, polyphenols and probiotics may be a viable adjuvant in the management of gastrointestinal diseases, associated symptomology and quality of life. However, further randomized controlled trials are warranted to elucidate on the optimal dose, safety and long-term efficacy of supplementing with these components, and particularly on the potential relevance of ginger supplementation.



Palavras-chave: Clinical nutrition, Dietary supplement, Gastrenterologia, Gastroenterology, Nutraceuticals, Nutracêuticos, Nutrição clínica, Suplemento nutricional, Therapeutic use, Uso terapêutico