Estudo Qualitativo sobre a “Proposta de Ferramenta de Avaliação Qualitativa de Ementas destinadas a Idosos” – Qual a perceção e contributos dos nutricionistas para uma proposta de atualização?

A qualitative study on “Proposta de Ferramenta de Avaliação Qualitativa de Ementas destinadas a Idosos” - What are the perceptions and inputs of nutritionists for an update proposal?

Liliana Ferreira, Sónia Fialho, Cláudia Afonso, João Lima, Ezequiel Pinto e Ana Lúcia Baltazar

Acta Portuguesa de Nutrição 2022, 30, 06-13 , https://dx.doi.org/10.21011/apn.2022.3002

Visualizações: 932 | Downloads PDF: 209


Download PDF See metadata Add to Mendeley Cite

Resumo

As contínuas alterações demográficas colocam-nos perante uma população cada vez mais envelhecida e com necessidades crescentes de cuidados alimentares, tanto numa ótica de cuidados de saúde, como de fornecimento de refeições, necessidade frequentemente suprida por serviços de alimentação coletiva. A qualidade nutricional e alimentar da oferta assume-se como um determinante major na saúde e satisfação dos idosos, sendo o plano de ementas uma das mais importantes ferramentas de gestão na área. Para que seja promovida uma oferta alimentar adequada, é essencial a existência de orientações que a balizem e que sejam alvo de atualização e melhoria contínua. A envolvência de nutricionistas no processo possibilita a revisão por pares e uma maior adaptação à realidade, permitindo obter ferramentas que auxiliem na tomada de decisão e na sustentação do trabalho desenvolvido.

O presente estudo tem como objetivo explorar a perceção e os contributos de nutricionistas sobre o documento “Proposta de Ferramenta de Avaliação Qualitativa de Ementas destinadas a Idosos”, visando uma proposta de atualização. Foi adotada uma metodologia qualitativa através da realização de grupos focais a partir de uma amostra por conveniência, constituída por 38 nutricionistas. Os resultados sugerem que, apesar de ser considerada útil, a ferramenta carece de atualização para uma maior adaptação à faixa etária e à realidade prática. Da análise de critérios específicos, os participantes identificam vários de difícil cumprimento (ex. oferta equitativa de métodos de confeção, não repetição de fruta, oferta de oleaginosas, refeições de ovo e de massa ou arroz integral), partilhando os motivos para tal. Sugerem ainda a necessidade de inclusão de critérios para alimentação de textura modificada e refletem acerca de possíveis melhorias na própria dinâmica de aplicação da ferramenta. Em suma, a discussão promovida deixa importantes contributos para uma possível atualização da ferramenta, numa ótica de maior ajuste à faixa etária e de inclusão de critérios sobre tópicos emergentes.


Abstract



Continuous demographic changes confront us with an increasingly elderly population with growing needs for nutritional care, both from a health care perspective and from meals’ provision, which is often supplied by food services. The nutritional and food quality is a major determinant of the seniors’ health and satisfaction, and the menu is one of the most important management tools. To promote an adequate food offer, it is essential to have guidelines, that must be updated and continuously improved. The involvement of nutritionists in this process enables peer review and greater adaptation to reality, allowing to obtain tools that help in the decision-making process and sustain the developed work. This work aims to explore the perceptions and contributions of nutritionists on the document “Proposta de Ferramenta de Avaliação Qualitativa de Ementas destinadas a Idosos”, with a view to an update proposal. A qualitative methodology was adopted by conducting focus groups with a convenience sample of 38 nutritionists. Results suggest that, although the tool is considered useful, it needs to be updated to better adapt to the targeted age group and to the practical context. From the analysis of specific criteria, participants identify difficulties to comply with some of them (e.g. equitable offering of cooking methods, non-repetition of fruit, offering of oilseeds, egg based meals and whole wheat pasta or wholegrain rice), sharing the reasons why. They also suggest the need to include criteria for texture modified foods and they reflect on possible improvements in the tool application. In conclusion, the discussion promoted breeds important contributions for a possible update of the tool, in a perspective of greater adjustment to the age group it is destined to and inclusion of criteria on emerging topics.






Palavras-chave: Assessment Tool, Ferramenta de Avaliação, Idosos, Menu Planning, Nutricionistas, Nutritionists, Planeamento de Ementas, Seniors