Teresa Monjardino

Licenciatura em Ciências da Nutrição e da Alimentação pela Universidade do Porto (2008). Mestrado em Saúde Pública (2012) e Doutoramento em Saúde Pública pela Universidade do Porto (2019).

Integra o grupo de Epidemiologia das Doenças Não Transmissíveis da Unidade de Investigação em Epidemiologia (EPIUnit) do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP).

Atualmente coordena um ensaio clínico para avaliar o efeito da intervenção precoce em fatores de risco durante a gravidez (tabagismo, consumo de álcool, violência e depressão) na redução da prevalência de baixo peso ao nascimento. Investigadora no projeto STEPACHE – Raízes pediátricas da resposta ampliada à dor: das influências contextuais à estratificação do risco (POCI-01-0145-FEDER-029087).

Outros interesses de investigações incluem o estudo dos efeitos longitudinais do crescimento na mineralização óssea das crianças, a carga das doenças musculosqueléticas na população, a saúde dos trabalhadores e a insegurança alimentar.

Desempenha funções de docência em cursos de pré e pós-graduação na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Google Scholar: https://scholar.google.pt/citations?user=7mHKaY8AAAAJ&hl=en7

_______________________________________________________________________________

Degree in Nutrition and Food Sciences (2008) by the University of Porto. Master in Public Health (2012) and PhD in Public Health (2019) by the University of Porto.

Member of the research group on Non Communicable Diseases Epidemiology in the Epidemiology Research Unit (EPIUnit) from Institute of Public Health of the University of Porto (ISPUP).

Coordination of a clinical trial to assess the effect of early intervention on risk factors during pregnancy (smoking, alcohol consumption, violence and depression) in reducing the prevalence of low birth weight. Researcher in the project STEPACHE – The pediatric roots of amplified pain: from contextual influences to risk stratification (POCI-01-0145-FEDER-029087).

Other current research interests include the study of longitudinal effects of growth on childhood mineralization, the burden of musculoskeletal diseases in the population, the health of workers and food insecurity.

Lecturer in graduation and post-graduate courses at the Medical School of Porto University.

Google Scholar: https://scholar.google.pt/citations?user=7mHKaY8AAAAJ&hl=en7